Arquivo da tag: negro

Representações Performáticas Brasileiras: teorias, práticas e suas interfaces

Representações Performáticas Brasileiras_Arte-FinalEste livro surge dentro de um contexto acadêmico que busca estabelecer um diálogo com a sociedade brasileira, retratando aqueles sujeitos que se vêem, na nossa contemporaneidade, enfrentados ao mundo globalizado e dito pós-moderno, com toda a sua falta de utopias e descrenças no conceito de totalidade, nas grandes narrativas, nas verdades absolutas e nos fundamentos sólidos para a existência humana. O foco de análise dos textos que incluem o livro é o afro-brasileiro — independente da nomenclatura utilizada: negro, afro-descendente — e a sua representação em distintas práticas artísticas (artes plásticas, dança, literatura, música) e religiosas. As teorias da performance — em suas diferentes acepções teóricas — assim como os conceitos de memória — individual, coletiva, corporal, escrevivência (conceito proposto por Conceição Evaristo) — e ritual estiveram presentes como recursos teóricos fomentadores dos textos que compõem Representações Performáticas Brasileiras: teorias, práticas e suas interfaces, que, por questões conceituais, foi dividido em três partes: “Memória e escrevivência”; “O corpo em performance, a arte e a poesia: o profano e o sagrado” e “Teatro, dança, música – poiesis e performance”; parte essas que se entrecruzam, uma vez que todas abordagens passam pela discussão da cultura afro-brasileira com toda a sua cosmogonia, mediação simbólica, modulações sonoras e práticas ritualísticas, gestuais e corporais.

Trabalhos publicados:
MEMÓRIA E ESCREVIVÊNCIA
“Da grafia-desenho de minha mãe um dos lugares de Nascimento de minha escrita”, de Conceição Evaristo; “O Bildungsroman afro-brasileiro de Conceição Evaristo”, de Eduardo de Assis Duarte; “Memória e performance nas culturas afro-brasileiras”, de Florentina Souza.
O CORPO EM PERFORMANCE, A ARTE E A POESIA: O PROFANO E O SAGRADO
“Arte do corpo como espaço sagrado”, Zeca Ligiéro; “Do verde de Oxossi ao ouro de Oxum: o ritual religioso na poesia de José Carlos Limeira”, de Zoraide Portela Silva; “Palavra poética em transe/trânsito: manifestações pelos sete buracos da minha cabeça”, de Jussara Santos.
TEATRO, DANÇA, MÚSICA – POIESIS E PERFORMANCE
“Dança de malandros e mulatas”, de Denise Mancebo Zenicola; “Afro-brasilidade urbana: poética da diáspora em performance”, de Adélcio de Souza Cruz; “Performance-cidadã”, de Anízio Vianna; ““Negro que te quero negro”: formas de representação do afro-brasileiro, de Marcoos Antônio Alexandre; e “Entrevista com membros da família Alcântara”, por Marcos Antônio Alexandre.

Referência:
ALEXANDRE, Marcos Antônio. Representações performáticas brasileiras: teorias, práticas e suas interfaces / Marcos Antônio Alexandre (org.). Belo Horizonte : Mazza Edições, 2007. 224 p. (ISBN 978-85-7160)

Como adquirir:
Com o autor: marcosxandre@yahoo.com
ou
Mazza Edições: http://www.mazzaedicoes.com.br/ ou fone: 4481 0581.

Anúncios