“O Rio de Muane”, Espetáculo de Denise Zenícola

O rio de MuaneVALE A PENA CONFERIR

Próximas apresentações:
Dias 16 e 17 de setembro, às 19:30h, no Teatro Noel Rosa no Campus da UERJ.
Ingressos: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia)
Sábados e Domingos de outubro, na Cia. do Teatro Contemporâneo.
Rua Conde de Irajá 253, Botafogo.
Ingressos: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia)
De 29 a 31 de outubro na UNIRIO.
Participação no ENGRUPE DANÇA

O RIO DE MUANE
Lundu, samba e capoeira em cena
(Mauro Viana- 8648-4736)

“A ginga da Lapa está na peça de Dança Teatro, O Rio de Muane”. O destaque é de Denise Zenícola, diretora do espetáculo, que estreou no Teatro do Sesi, em agosto (dias 17 e 18). Em setembro o espetáculo vai para o Centro Cultural José Bonifácio e UERJ. Já em outubro as apresentações serão na Cia. do Teatro Contemporâneo.
Para contar a história da escrava Muane, no Rio de Jandeiro do século XIX, Zenícola lançou mão de vários elementos da cultura popular. A estética afro brasileira de Rio de Muane, por exemplo, é um convite à intervenção de capoeiristas, cantores, bailarinos, atores e percussionistas no cenário urbano carioca. Já o samba, abre alas para os pregoeiros que revestem as reflexões críticas da escrava Muane de uma sedutora beleza plástica.
A diretora propõe um diálogo, ora conivente, ora contrastante com o livro Cidade dos Sábios de Luis Antônio Baptista. Rio de Muane é uma adaptação musico teatral do texto de Baptista.
Enquanto o escritor exuma as atrocidades do regime escravocrata, a dramaturga trilha pela leveza musical sem perder, no entanto, o foco nas mazelas sociais do Rio de Janeiro do século XIX. Ela não poupa o espectador da reconstituição da Cidade dos Tigres. (Muane era Tigre, e Tigres eram escravos que circulavam pelas ruas do Rio de Janeiro transportando excrementos humanos. Os tigres lançavam os dejetos ao mar, na praia de Botafogo). A versão de Zenícola encontra nos cânticos afros, no lundu, maxixe e no samba de roda soluções para caracterizar os vários períodos históricos pelos quais atravessa o espetáculo.
Ácida, agressiva e guerreira, Muane canta e dança nas rodas de lundu, samba e capoeira para minimizar um doloroso cotidiano. Por esta razão, as cenas de dança de capoeira e dos pregoreiros permitem que espectador respire enquanto repensa a história do Brasil.
Rio de Muane tem no elenco profissionais de dança, teatro e capoeiristas. Cada artista, via de regra, interpreta mais de um personagem como Cátia Costa (Muane e Mensageiro), Débora Campos (Antonia e Lumueno), Carolina Ferreira (Isaura e mulher sentada), Wander Paulus (Tião e Negro Ioruba), Pedro Mota (Narrador e Oju-Obá), Viviane Santos (Engrácia e menina que dança), Kaio Ventura (Capoeira) A peça tem ainda participação especial de Mestre Casquinha e Direção de Denise Zenícola.
Classificação para 14 anos.

MAKING OF – Em 6 meses de ensaio, o elenco e toda produção tiveram de acompanhar o ritmo frenético da onipresente Denise Zenícola. Dublê de diretora e coreógrafa, Zenícola superviosa todas as etapas que culminaram na materialização do espetáculo O RIO DE MUANE, a partir do livro de Luis Antonio Baptista, Cidade dos Sábios. A contagiante energia da diretora perpassa a conceituação, a concepção estética, o roteiro, a seleção do elenco, a coreografia e, claro, a direção. Fôlego de loba, ela encontra tempo para ensaiar os atores e exercer o magistério. A Profa. Dra. Denise Zenícola está atenta aos trabalhos dos produtores, dos assessores de imprensa, figurinistas, cenógrafos, cenotécnicos, contra-regras e tudo mais que envolva sua paixão pelo teatro. Ela é um trem bala em direção à perfeição do espetáculo O Rio de Muane.
O Rio de Muane é o resultado da força e poder de agregação da diretora Denise Zenícola. (Mauro Viana)

Anúncios

3 Respostas para ““O Rio de Muane”, Espetáculo de Denise Zenícola

  1. Bárbara Nascimento

    Gostaria de saber o horário do espetáculo.

  2. teatrodeafroamerica

    Oi Bárbara, veja a resposta abaixo:
    Continua a temporada do espetáculo “O Rio de Muane”, que é a história de uma escrava do séc XIX, que numa visão crítica, bem humorada e atemporal, conta a cidade do Rio de Janeiro, da chegada da família Real até a atualidade, estamos em cartaz na Cia de teatro Contemporâneo, que fica na Rua Conde de Irajá, 253 – Botafogo.
    Teatro I
    De 03 a 25 de outubro
    Sábados às 21h e Domingos às 20h
    Ingressos: R$ 20,00(inteira) e R$ 10,00 (meia)

  3. Fico feliz em acredito eu achar uma amiga Denise Zenicola, dos tempos em que era moradora de São Conrado. Hoje além de uma grande advogada e ainda diretora teatral, muito bom. Estava olhando algumas peças teatrais e me deparei com o nome da Denise. Parabéns, Aqui quem´escreve é o amigo Fernando ex-Cross Continental RJ. Um abraço e boa sorte, sucesso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s